Publicidade
Notícias | São Leopoldo São Leopoldo

Muitas caixas, sacolas e a esperança de recuperação das vendas dão o tom da Black Friday

Televisores, celulares, eletroeletrônicos e eletrodomésticos são alguns dos produtos mais procurados pelos consumidores

Por Jean Peixoto
Publicado em: 27.11.2020 às 15:43 Última atualização: 27.11.2020 às 15:43

Em meio à multidão que circula pela Rua Independência, principal ponto comercial do Centro de São Leopoldo, uma caixa contendo um televisor se sobressai apoiada nos ombros de mais um cliente satisfeito. A cena, que se repete em diversos pontos da cidade, reflete a concretização das apostas de boas vendas feitas pelos comerciantes capilés para a Black Friday deste ano, que ocorre nesta sexta-feira (27).

Para Rosângela De Neque Serafim, sub-gerente de loja de uma filial leopoldense de uma das maiores redes de departamentos do País, o movimento intenso da Black Friday ajudou a superar a queda das vendas provocada pela pandemia de coronavírus. Ela comenta que os produtos mais procurados pelos clientes foram televisores, celulares, eletroeletrônicos, eletrodomésticos, e a chamada “linha branca”, puxada pelos refrigeradores. “Mesmo não tendo muito fluxo, mas as vendas estão boas. Estamos seguindo todas as regras do Município”, ressalta. Rosângela conta que o trabalho intenso, que iniciou às 9 e segue até as 19 horas desta sexta-feira, deve repetir-se no sábado, no mesmo horário, ainda com promoções.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de São Leopoldo, Olinto Menegon, comenta que ainda é muito cedo para avaliar o desempenho do comércio capilé nesta edição do evento. Contudo, ele destaca que todos os segmentos do comércio estão participando e acredita que a maioria dos estabelecimentos deve prorrogar as vendas até o final de semana.

Uma super compra

A professora Milena da Silva, 43 anos, moradora do bairro Scharlau, deslocou-se até o Centro leopoldense para fazer uma compra muito especial junto com o filho, Diogo da Silva Barcarolo, 8 anos. Estudante do 2º ano da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Jesus Menino, Diogo pediu à mãe uma batedeira para que ele possa aprender a produzir biscoitos de Natal. Caracterizado de Homem Aranha, Diogo acompanhou a mãe na incursão pela Rua Independência em busca do eletrodoméstico. Embora tenha saído de casa com rumo pré-definido, Milena aproveitou a passada pelo Centro para pesquisar os preços de outros produtos. “As televisões estão com um preço bem em conta e os eletrodomésticos, em geral, também estão. Os preços estão maravilhosos. Está valendo a pena, apesar da crise”, destacou.

Black Friday Foto: Diego da Rosa/;GES/Diego da Rosa/GES

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.