Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Covid-19 em Novo Hamburgo

Devido à lotação na UTI, Hospital Regina permanece com atendimentos restritos

Medida é válida na emergência destinada para doenças respiratórias

Publicado em: 27.11.2020 às 16:10 Última atualização: 27.11.2020 às 16:18

No Regina, restrições devido à lotação Foto: Divulgação/Hospital Regina
Com o aumento da demanda de pacientes desde o início da semana, o Hospital Regina, de rede privada de Novo Hamburgo, comunicou na tarde desta sexta-feira (27) que devido à lotação máxima dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), os atendimentos permanecem restritos. A medida é válida na emergência destinada para doenças respiratórias - Unidade Respiratória Integrada (URI).

CONTEÚDO ABERTO | Leia todas as notícias sobre o coronavírus

Segundo a casa de saúde, pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19, com sintomas respiratórios leves, devem se direcionar a outras instituições. Os demais casos seguem com atendimento na emergência do Hospital Regina.

A demanda por atendimentos vêm aumentando ao longo dos dias. Na terça-feira (24), os 17 leitos de UTI estavam ocupados, assim como os 17 respiradores. Desde o mês de março, a Unidade Respiratória Integrada do Hospital Regina já registrou 6128 atendimentos, sendo 3500 suspeitos e 443 internações.

O avanço da Covid-19 também já é visto na rede pública de saúde: na última terça, o Centro de Triagem bateu recorde de atendimentos com 142 consultas realizadas em um único dia.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.