Publicidade
Esportes Futsal

Preparador de goleiros hamburguense é vice-campeão na Copa dos Emirados

Itamar Nielsen, ex-preparador de goleiros da UJR, de Novo Hamburgo, e da ACBF, de Carlos Barbosa, está atuando no Oriente Médio

Publicado em: 26.11.2020 às 18:41 Última atualização: 26.11.2020 às 18:41

Preparador de goleiros hamburguense Itamar Nielsen (ajoelhado, à direita) é vice-campeão da Copa dos Emirados Foto: Arquivo Pessoal
Pela primeira vez na história do Mleeha Club, dos Emirados Árabes Unidos, a equipe chegou à final de um torneio de futsal no país. E na comissão técnica do time árabe está o hamburguense Itamar Nielsen, ex-preparador de goleiros da UJR, de Novo Hamburgo, e da ACBF, de Carlos Barbosa, e que se transferiu nesta temporada para o Oriente Médio. Na última segunda-feira (23), Nielsen foi vice-campeão da Copa dos Emirados com o Mleeha Club, que na decisão acabou derrotado por 6 a 4 para o Shabab Al Ahli.

CONTEÚDO ABERTO | Leia todos os conteúdos sobre coronavírus

“Estamos muito felizes e satisfeitos, apesar da derrota na final. Essa foi a primeira decisão da equipe em uma competição organizada pela Federação Árabe e também primeira partida televisionada do clube”, destaca Itamar Nielsen. “Nossa realidade aqui é de uma equipe que nas duas últimas duas temporadas, havia vencido apenas três jogos”, reforça.

Agora, a partir desta sexta-feira (27), o pensamento do preparador de goleiros será todo no Campeonato Árabe. A estreia será contra a equipe do Khofarkkan, que é o atual vice-campeão. “A projeção para a sequência do Campeonato Árabe é de manter a equipe com bons resultados. Primeiramente, o foco está na classificação para os play-offs, para mais adiante focar em melhorar o ranking da equipe entre as melhores”, completa o hamburguense.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.