Publicidade
Acompanhe:
Esportes Gauchão

Pelotas libera técnico e jogadores em meio à crise do coronavírus

Clube encerrou vínculo com os profissionais e deu férias coletivas para os demais funcionários

Última atualização: 31.03.2020 às 17:03

Técnico Luiz Carlos Winck não comanda mais o Pelotas Foto: Tales Leal/AI ECP
A direção do Pelotas optou, nesta terça-feira (31), por encerrar o vínculo com o técnico Luiz Carlos Winck e os jogadores. O clube ocupa a vice-lanterna da classificação geral do Gauchão, que está suspenso pelo coronavírus. A partir desta quarta-feira (1), os demais funcionários e nove jogadores que têm contrato até o final do ano entrarão em férias coletivas.

"A crise é muito maior do que a situação do Pelotas. O que desejo é todos com saúde. Depois vamos juntar os cacos e ver o que fazer", disse o presidente do clube, Gilmar Schneider.

O técnico Luiz Carlos Winck se manifestou pelas redes sociais e disse que "estamos passando por um momento de recessão e todos precisamos fazer a nossa parte em prol do clube. A instituição precisa e vai sobreviver a esta crise". "Gostaria de agradecer a todos os funcionários, comissão técnica, direção e atletas, por todo o apoio no período em que estive a frente do Lobo", escreveu o treinador. "Fica meu pedido aos torcedores e sócios, para que ajudem o clube a superar esse momento que é complicado para todos nós."

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.